Ariana Grande é arrasada! Estas vendidas da industria da "música" têm de passar por uma série de rituais

0  ● 24.5.17 0
O jornal SOL publicou o seguinte artigo:



Sabe o que é que a máscara usada por Ariana Grande significa?
A máscara de coelho que a cantora usa está a deixar os fãs curiosos.

Ariana Grande, a cantora norte-americana cujo concerto foi alvo de um atentado esta terça-feira em Manchester, usa normalmente uma máscara de coelho e ainda não revelou a razão.
O site norte-americano Bustle especula que a máscara tem a ver com um “alter-ego” da cantora, como se fosse um super-herói ou um vigilante.
O disfarce terá a ver com a faceta nocturna de Ariana Grande. Estrela pop de dia e vigilante que protege o mundo durante a noite, diz a publicação.
sol.sapo.pt


*******
Já li estupidez... Mas como esta!

Estas vendidas da industria da "música" têm de passar por uma série de rituais... Esta ainda só vai na fase do preto!

De resto a sua carreira está a seguir o mesmo ritual que as suas antecessoras!

Pré-seleccionada num programa infantil.
No final da treta televisiva na Nickelodeon, em 2013, lançou seu primeiro álbum - na mesma gravadora de artistas como Lil Wayne, Taylor Swift e Nicki Minaj - a Republic Records, e... SURPRESA, o disco foi 1º em mais de 30 países! Quem diria...

E a capa do 1º álbum então?!
Um mimo de menina virgem pronta a ser...



Claro que já fez o SINAL
de quem MANDA nela!


E sempre que a mandam ela emite o sinal

E pronto... 2º álbum!
Pronta a ser projectada a imagem mais gatinha sexy!


E ela CUMPRE!

Na foto deste artigo estúpido do SOL, as orelhas significam o controlo mental que os escumalhas da indústria "musical" já têm sobre ela!

Daqui a nada veremos a moça com problemas de drogas, etc!

E lá vai ela... rumo às escadas que a levarão à ILUMINAÇÃO!


E para terminar...
"Ariana Grande wants to be more like Miley Cyrus"(link)

Ariana Grande diz quer ser como Miley Cyrus.
GRANDE EXEMPLO A SER SEGUIDO!
(ver Miley Cyrus aqui e aqui)

Não se esqueçam pais extremosos, continuem a levar a vossa prole a ver esta miséria humana!
Por: TBrites
Ler mais ►

«Durante décadas a Europa esteve maioritariamente do lado do terrorismo» diz Viegas

0 0




Francisco José Viegas comentou o ataque terrorista em Manchester afirmando que "durante décadas a Europa esteve maioritariamente do lado do terrorismo". Viegas critica a postura dos lideres europeus perante o terrorismo, nomeadamente dos políticos ingleses: "Eu queria saber o que é que estas pessoas hoje diriam de Manchester, quando os heróis que eles tanto defenderam, afinal, vêm pôr bombas em casa?", disse Viegas na CMTV.
Ler mais ►

Portuguesa em Londres diz que os muçulmanos fazem o que querem

0  ● 23.5.17 0



Uma portuguesa residente em Londres relata o que se passa na Escola onde os seus filhos estudam: "Crianças muçulmanas com 7 ou 8 anos não sabem 'pedir desculpa' nem dizer 'se faz favor'. Tratam mal os professores, são super mal educadas". O ataque de Manchester: Opinião Pública SICN.
Veja;
Ariana Grande arrasada: Estas vendidas da industria da "música" têm de passar por uma série de rituais
Ler mais ►

«É preciso parar com a aplicação do Acordo nas escolas» Pacheco Pereira

0  ● 22.5.17 0



Intervenção de Pacheco Pereira na "Quadratura do Círculo" - (18/05/2017, SIC Notícias):
"O Acordo Ortográfico não funciona para a grande maioria dos PALOP. É preciso parar o mais depressa possível com a aplicação do acordo nas escolas e reconhecer que houve um enorme desastre diplomático. Não tarda, no Word terei de utilizar o corrector do português de Angola, o que é uma boa lição porque o de português de Portugal está cheio de erros ortográficos."

Também Jorge Coelho considera que o AO é "grave" e "tem de ser reanalisado", pois "ninguém o leva a sério", associando-o a outros episódios infelizes da chamada lusofonia, como a entrada da Guiné Equatorial na CPLP.

veja o video:


veja: A gente do AO: Políticos modernaços e ignorantes - Pacheco Pereira
(À memória do Vasco Graça Moura)
Ler mais ►

Salman Abedi, o criminoso de Manchester

0 0



Salman Abedi foi identificado como o homem-bomba de Manchester que matou 22 pessoas e feriu dezenas de outras no concerto de Ariana Grande segunda-feira à noite.

O que levou Abedi, de 22 anos, a explodir - matando vários jovens, incluindo uma menina de 8 anos - ainda não está claro, e é desconhecido se ele fazia parte de uma rede terrorista.

A ISIS afirmou na terça-feira que um de seus membros realizou o ataque, mas as autoridades ainda não vincularam Abedi a nenhum grupo.

A bomba usada no ataque foi de produção artesanal (estava cheia de porcas e parafusos) e seria pouco sofisticada, embora potente para matar 22 pessoas, entre as quais uma menina de oito anos, e deixar um rasto de 59 feridos.
fonte: nydailynews.com
Ler mais ►

Tinham um milhão e setecentos mil euros no banco e recebiam Rendimento Social

0  ● 21.5.17 0



O tribunal de Castelo Branco vai julgar um casal que recebeu indevidamente 40 mil euros do Rendimento Social de Inserção e que vendia roupa e calçado contrafeito. Enquanto receberam benefícios do Estado, os arguidos chegaram a ter mais de 1.700 mil euros no banco. (veja o video)
fonte: SIC-N.
Ler mais ►

Paulo Morais não se conforma com o que os contribuintes pagam pelas PPP

0  ● 20.5.17 0


Estamos a pagar três a quatro vezes mais pelas PPP? Frente Cívica quer solução.

Associação liderada por Paulo de Morais vai apresentar uma solução para o problema das Parcerias Público-Privadas rodoviárias.

É mais um passo na luta de Paulo Morais contra o que considera serem os contratos ruinosos das Parcerias Público-Privadas (PPP) rodoviárias. Depois de muitas contas, estudos e conferências, a Frente Cívica, associação que o matemático lidera, vai mesmo avançar com uma Iniciativa Legislativa de Cidadãos (ILC) para “corrigir os danos financeiros” daquelas PPP. O texto ainda está a ser escrito, mas deverá incluir uma de duas soluções: ou a renegociação dos contratos, ou a nacionalização das PPP. “Depois de tanto disparate e tanta asneira nos contratos das PPP, há aqui uma solução para minimizar os danos nas finanças públicas”, diz ao PÚBLICO.

****
As Parcerias Público-privadas estão avaliadas em 6,3 mil milhões de euros. Por este valor, o Estado prevê pagar rendas de mais de 19 mil milhões. Um descalabro!
A Frente Cívica propõe-se pôr termo a este negócio ruinoso para as Finanças Públicas e para os portugueses. Através duma Iniciativa Legislativa de Cidadãos, para a qual precisamos do apoio de TODOS.

Paulo Morais
Ler mais ►