O tal de Catum está preso? Claro que não. E assim, de Catum em Catum, nós é que pagamos!

0  ● 20.9.17 0  ● API



O milionário, Emídio Catum, um dos maiores devedores do BPN e do BES, pediu à Justiça o perdão de quase 700 milhões de dívida. O empresário diz que só tem um apartamento em seu nome.
****

Os Emídios Catuns que nos pregaram um calote de 6,3 mil milhões e andam à solta

(...) Mas não confundamos os políticos e o polícia com os bandidos, com os que levaram a banca portuguesa ao tapete. E para isso nada melhor do que ler o excelente texto que o Pedro Santos Guerreiro e a Isabel Vicente escreveram na revista do Expresso: «O diabo que nos impariu» - ou como os bancos nacionais destruíram 40 mil milhões desde 2008. Aí se prova que houve seguramente muitos problemas, mas que a origem de tudo está no verdadeiro conúbio lunar que se viveu entre a banca e algumas empresas e alguns empresários do sector da construção. Perguntam os meus colegas: «Sabe quem é Emídio Catum? É um desses empresários da construção, que estava na lista de créditos do BES com empresas que entretanto faliram. Curiosamente, Catum estava também na lista dos maiores devedores ao BPN, com empresas de construção e imobiliário que também faliram».

E como actuava Catum? «O padrão é o mesmo: empresas pedem crédito, não o pagam, vão à falência, têm administradores judiciais, não pagam nem têm mais activos para pagar, o prejuízo fica no banco, o banco é intervencionado, o prejuízo passa para o Estado». Simples, não é, caro leitor?

A pergunta que se segue é: e o tal de Catum está preso? Não, claro que não. E assim, de Catum em Catum, ficámos nós que pagamos impostos com uma enorme dívida para pagar que um dia destes vai levar o Governo a aumentar de novo os impostos ou a cortar salários ou a baixar prestações sociais. (...) No BPN, «mais de 500 clientes com dívidas iguais ou superiores a meio milhão de euros deixaram de pagar». E a factura a vir parar sempre aos bolsos dos mesmos.
NICOLAU SANTOS, expresso 2015

Paulo Morais: Banqueiros sugam os contribuintes. BASTA!
Desde que a crise explodiu em 2008, o Estado português gastou mais de 14 mil milhões de euros na Banca, número que pode continuar a crescer..

Ler mais ►

«Governo insiste em nomear Seixas da Costa para a RTP» Paulo Morais

0 0  ● API


NÃO TÊM UM PINGO DE VERGONHA!
O governo insiste (insiste indigna e vergonhosamente) em nomear Seixas da Costa para o órgão máximo da RTP, o Conselho Geral Independente, mesmo sem o necessário parecer da ERC, Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Seixas da Costa é incompatível para o lugar, face aos conflitos de interesses em jogo.

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social, que tem de se pronunciar sobre o regime de incompatibilidades, não deu parecer positivo à nomeação. E, mesmo assim, o Governo insiste em nomear Seixas da Costa. Os membros da ERC não se demitem; e o próprio Seixas da Costa aceita o lugar. NÃO TÊM UM PINGO DE VERGONHA!

O que está em causa: Seixas da Costa é administrador da Jerónimo Martins. A empresa é proprietária do Pingo Doce; e detém a Unilever (que distribui Skip, Sun, Vasenol, Cif, entre dezenas de marcas). A Unilever é o maior anunciante em Portugal, o maior cliente comercial da RTP. Seixas da Costa é ainda administrador da EDP; e administrador da MOTA ENGIL. Com tantos conflitos de interesses, Seixas da Costa não é independente, é INTERDEPENDENTE (da Jerónimo Martins, da Unilever, da Mota, da EDP e dos chineses). Pode mandar na televisão pública em Portugal?

PARTILHEM! DENUNCIEM ESTE ESCÂNDALO!

Paulo de Morais
Ler mais ►

«Oliveira e Costa foi CONDENADO. Mas NÃO ESTÁ PRESO» Paulo Morais

0  ● 16.9.17 0  ● API


Oliveira e Costa foi CONDENADO a 14 anos de cadeia.
Era Presidente do BPN, "a maior burla da história da Justiça portuguesa julgada até ao momento", segundo o juiz do processo. Mas... NÃO ESTÁ PRESO. Nem devolveu um único euro dos sete mil milhões que esta burla custou aos portugueses. Nem ele, nem os amigos.

Este é mais um sintoma da falência iminente do nosso regime.

Paulo de Morais

«Esta gente tem de ser castigada onde mais lhes dói» Paulo Morais

Ler mais ►

«Basílio Horta deve retirar-se da Política» Paulo Morais

0  ● 12.9.17 0  ● API


Basílio Horta tinha uma conta no valor de 5.600 euros, que na verdade era de 5.600.000 euros. Lapso, diz ele.
Se é verdade esta confusão, Basílio Horta deve retirar-se da Política. Quem confunde cinco mil com cinco milhões, com este nível de distracção, não pode ocupar cargos de responsabilidade.
Se é uma mentira (ou inverdade), Basílio Horta é mais um dos muitos políticos mentirosos; e deve retirar-se da Política.

Paulo de Morais
Ler mais ►

Que País é este, que entrega a Prevenção da Corrupção aos defensores dos Corruptos?

1 1  ● API



O Conselho de Prevenção da Corrupção é uma entidade administrativa independente que funciona junto do Tribunal de Contas e tem como fim desenvolver, nos termos da lei, uma actividade de âmbito nacional no domínio da prevenção da corrupção e infracções conexas.
****
RUI PATRÍCIO, advogado de Manuel Vicente (vice-presidente do CORRUPTO regime de Angola), defensor do CORRUPTO (condenado) José Penedos no caso Face Oculta, defensor do foragido Helder Bataglia, entre outros. Foi premiado com um lugar no CONSELHO DE PREVENÇÃO DA CORRUPÇÃO, órgão de Estado. Que País é este PORTUGAL... que ENTREGA A PREVENÇÃO DA CORRUPÇÃO (?!)... AOS DEFENSORES DOS CORRUPTOS?

Paulo de Morais
Ler mais ►